Notícias

Fique por dentro

SERVIDORES PROMOVEM ATO PÚBLICO CONTRA PROPOSTA "ABSURDA" DE RATINHO

 

Os servidores do executivo do Estado, em Londrina, farão um ato público no próximo sábado, dia 06, a partir das 9h, na Concha Acústica da cidade. O objetivo é protestar contra o governo Ratinho Junior que fez uma proposta considerada "indecente" pelos servidores ao oferecer o pagamento da reposição parcelada ao longo de quatro anos, sendo que, 05% seriam pagos a partir do mês de outubro e mais 1,5% a partir de janeiro do ano que vem.

Já o outro 1,5% seria aplicado apenas em janeiro de 2021, no caso da receita corrente liquida (RLC) do ano anterior ter crescido pelo menos 6,5%. O restante (mais 1,5%) incidirá em janeiro de 2022, desde que a RCL tiver apresentado crescimento mínimo de 7% nos doze meses anteriores.

Em Londrina as mobilizações de greve estão unificadas por meio do Sindicatos dos Servidores Técnicos e Administrativos da UEL ( Assuel),Sindicato, Sindicato dos Professores da UEL e Sindicato da Saúde do Paraná ( Sindsaúde) e APP. Cada sindicato já organizou seus comandos de greve que são os responsáveis pela organização das ações de cada categoria.

Para o presidente da Assuel Arnaldo Mello é importante que os servidores participem do ato para mostrar a força e união das categorias que estão sem receber reposição a mais de três anos. " Nossa greve começa na segunda-feira, mas estamos juntos com os demais sindicatos neste protesto em defesa dos direitos dos servidores", declarou.

O protesto contará com apresentações musicais a partir das 9h. Toda a comunidade está convidada a participar.

SERVIDORES PROMOVEM ATO PÚBLICO CONTRA PROPOSTA "ABSURDA" DE RATINHO
© 2019 - ASSUEL - Todos os direitos reservados Website? Fale Conosco - Londrina S/A